(38) 9 8834-0105

contato@associacaopresente.org.br

(38) 3213-4296

Montes Claros - MG

CUIDADOS PALIATIVOS

Além da assistência integral ao assistido e acompanhante, a Associação Presente promove atendimento gratuito ao paciente que enfrenta o câncer em estágio avançado. A assistência, geralmente a domicílio, é chamada de Cuidados Paliativos e é oferecida de maneira totalmente gratuita.

Semanalmente, a médica oncologista presidente da instituição, Priscila Miranda, acompanhada por um equipe de enfermagem e residentes de medicina, visita residências de pessoas que procuram ajuda na Associação Presente, quando relatam que a doença do câncer tem comprometido a qualidade de vida do paciente.

Desta forma, surgiu a necessidade de construção do Centro de Cuidados Paliativos Jesuína Rosa de Jesus, da Associação Presente. O CCP, que tem previsão de começar a ser construído em fevereiro de 2018, será um espaço para atendimento aos pacientes em final de vida, com objetivo de oferecer dignidade e amenizar a dor dos doentes e familiares.

O QUE SÃO CUIDADOS PALIATIVOS?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), Cuidados Paliativos oferecem assistência integral a pacientes e familiares diante de uma doença grave que ameace a continuidade da vida, através da prevenção e do alívio do sofrimento humano, tratando a dor e outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual.

A Associação Presente reconhece a importância dos Cuidados Paliativos enquanto imprescindíveis para dignidade do ser humano. Pensando em oferecer estes serviços para pacientes carentes que enfrentam o câncer, a instituição lança o projeto de construção do Centro de Cuidados Paliativos.

NÚMEROS:

• Previsão de investimento total: R$ 2.300.000,00;

• Previsão para execução da obra: 18 meses;

• Número de vagas: 10 leitos;

• Estimativa de atendimento: 3.600 beneficiários por ano;

• Beneficiários diretos: pacientes carentes com câncer avançado atendidos pela Associação Presente, encaminhados pelos centros/unidades/hospitais de saúde da região e também de demanda espontânea.

Princípios do Centro de Cuidados Paliativos

1. Respeitar a dignidade e a autonomia dos pacientes;

2. Honrar o direito do paciente de escolher o tratamento;

3. Comunicar de maneira clara e cuidadosa com o paciente, família e cuidadores;

4. Identificar os principais objetivos dos cuidados de saúde a partir do ponto de vista do paciente;

5. Prover o controle impecável da dor e de outros sintomas de sofrimento físico;

6. Reconhecer, avaliar, discutir e oferecer acesso a serviços para o atendimento psicológico, social e questões espirituais;

7. Proporcionar o acesso ao apoio terapêutico no final de vida através da melhoria na qualidade de vida percebida pelo paciente, família e cuidadores;

8. Organizar e promover a continuidade dos cuidados oferecidos ao paciente e sua família no hospital, consultório, em casa ou em outra instituição;

9. Manter uma atitude de suporte educacional a todos os envolvidos nos cuidados diretos com o paciente;

10. Celebrar intensamente a vida até que a morte chegue.

Quem foi Jesuína Rosa Silva?

Mesmo com um diagnóstico de câncer avançado, já submetida a várias linhas de tratamento, é possível acreditar nos sonhos e na partilha do amor? Quem conviveu com Jesuína Rosa Silva certamente afirmaria que sim. Jesuína Rosa, 22 anos, de Serranópolis de Minas, enfrentou um câncer no ovário entre 2014 e 2017. Natural de Serranópolis de Minas, a jovem foi assistida nestes 3 anos pela na Associação Presente.

Durante os últimos meses de vida, Jesuína recebia com excelência os cuidados paliativos na sede da Associação Presente. Contava que se sentia em casa e que foi apresentada ao amor nos anos que foi acolhida pela Associação Presente, passando a demonstrar muita força de vontade para viver cada segundo ao máximo. A história da jovem comoveu várias pessoas, que após assistirem uma matéria jornalística exibida pela televisão local, resolveram ajudá-la a conhecer o mar.

Em dezembro de 2016, Jesuína foi presenteada com passagens e hospedagem para Cabo Frio, Arraial do Cabo e Rio de Janeiro, acompanhada por uma profissional da Associação Presente. O primeiro contato com o mar, no dia 13, foi na Praia do Forte, uma das mais bonitas do estado do Rio de Janeiro. Jesuína não conseguiu esconder a emoção e brincou muito no mar. A jovem fez passeios pelos principais pontos turísticos da região.

Depois de tantas lutas e com o sonho realizado, Jesuína conseguiu ir de encontro ao mar, mas foi de encontro ao Pai dois meses depois, no dia 31 de março de 2017. A Associação Presente homenageia, portanto, uma das assistidas da instituição que recebeu do diagnóstico do câncer ao último suspiro de vida, a melhor qualidade de final de vida possível..